Livro - Perdida: Um Amor que Ultrapassa as Barreiras do Tempo
Autor (a): Carini Rissi
Páginas: 364
Tipo de capa: Brochura
Gênero: Literatura Brasileira - Romance
Idioma: Português

Sinopse Oficial. 
Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam.
Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. 
Com a ajuda do prestativo - e lindo - Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos...
Perdida é uma história apaixonante com um ritmo intenso, que vai fazer você devorar até a última página.

Opinião da Pri. 
O que dizer desse livro que eu mal conheci, já li duas vezes e considero pakas? Confesso que eu tinha um certo preconceito com livros nacionais e nunca tinha lido nenhum livro do gênero para ter de fato uma opinião sobre, mas depois de ler este livro eu mudei drasticamente de opinião e me sinto tola por ter demorado tanto tempo para ler essa série e estou aberta a novas experiencias com autores brasileiros já que me apaixonei pela história da linda e talentosa Carini Rissi. 

Primeiro coisa que me chamou a atenção na história é que ela totalmente diferente de tudo que eu já li, achei a escrita muito bem feita e fluida, não é aquele tipo de livro que você lê lentamente com vontade de morrer ou de ficar pra sempre em posição fetal de tão chato e parado que é. Esse livro não tem nada de parado! É uma doideira atrás da outra, em partes pela personagem principal, Sofia! 
"Não me senti melhor sabendo da existência da casinha. E eu que pensei que não poderia sobreviver sem computador! Fiquei com a incômoda sensação de que banheiro seria apenas uma das muitas coisas das quais eu sentiria falta."

Eu confesso que me identifiquei com a Sofia logo de cara, a bicha é a atrapalhada que só vendo, desastrada e muito muito teimosa! Achei uma personagem feminina cativante e com uma opinião muito forte, o que normalmente não é o forte de livros de romance, onde as mocinhas assim que se dão conta que estão apaixonadas se tornam submissas e na maioria das vezes muito chatas. 
"— Você se preocupa com a castidade e não dá a mínima para o amor? Sabia que casamento é uma coisa muito séria e que deve ser tratado com... — senti a raiva crescer dentro de mim e fiquei ainda mais furiosa por estar sentindo aquilo — ... cuidado e não como se fosse um negócio! Um casamento já é difícil se os dois estiverem apaixonados, sem amor então, já começará fadado ao fracasso. Você devia ser mais responsável!"

Sofia não, primeiro que ela demora muito tempo pra perceber que de fato está apaixonada e é muito relutante com seus sentimentos já que "teoricamente" é impossível ela manter uma relação com um cara de dois séculos passado. E o que mais me encantou em Sofia foi sua personalidade irreverente, ela é o que é e não tem vergonha disso e uma mulher que em pleno século XIX  impõe sua personalidade e suas vontades da forma que ela faz  é admirável e muito engraçado em alguns pontos, já que na época não era normal conviver com damas que se comportassem de tal forma. 
“Porque, quando ele disse que meu lugar era ali, ao menos naquele momento, com a voz cheia de emoção, fiquei completamente perturbada. Parte de mim acreditou nele.”
Mas é claro que o livro não é feito só de Sofia, existem outros personagens cativantes como a Elisa Clarke, uma moça perfeita do século XIX e o charmoso e maravilhoso Ian Clarke que faz você se apaixonar por ele instantaneamente assim que ele aparece com toda sua gentileza e prestatividade. 

O desenrolar dos sentimentos de todos personagem e da história de Sofia em busca de completar a sua jornada é viciante, você não sossega até chegar na ultima página e assim que termina o livro precisa se controlar para não começar a ler tudo de novo. 


Perdida é um conto de fadas que poderia acontecer com qualquer uma de nós. É um livro lindo que nos faz refletir sobre como duas pessoas tão diferentes podem acabar se encontrando e aprendendo sobre sentimentos que elas nem sabiam que existiam…
“Contos de fadas podem se tornar realidade. Basta que a princesa não lute contra a própria felicidade.”
Sabe, eu acho que o meu príncipe encantado está em outro século… Calma aí que eu vou ali jogar meu celular dentro da privada! 
"— (...). E você não está perdida. Está exatamente onde deveria estar."









Um Comentário

  1. Oi Pri, tudo bem???
    Adorei a sua resenha... eu tinha esse livro, mas não consegui seguir com a leitura... não me dei bem com a escrita da Carina e confesso que até o momento, não tenho a curiosidade de conhecer... mas conheço um monte de gente que curtiu pacas a história... depois que Perdida virou série, meu interesse diminuiu mais ainda... mas que bom que você gostou, tanto que o leu mais de uma vez!!! Xero!!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.